Arquivos do Blog

Chácaras e terrenos,

CHÁCARA MARAVILHOSA NO RIVIERA DO NASCENTE

Essa maravilhosa propriedade no Condomínio Riviera do Nascente, em Alvorada do Sul (Represa Capivara), está ofertada, aqui, por apenas R$ 130 mil a vista com possibilidade de aceitar veículo no negócio. Lote molhado com paisagem exuberante da Represa Capivara no leito do Paranapanema. Tem 3.484 m² sendo 2 mil em área edificável, totalmente plana, bem próximo a portaria do Condomínio.

Uma joia encravada na beira da água. Aproveite essa excelente oferta!

 

Conheça:

 

 

Entre em contato para saber detalhes e marcar a visita no local. Nossa equipe está pronta para atender.

(43) 99937-8584 (whatsapp também),

contato@carlosbauer.com.br e contato@represacapivara.com.br .

Represa Capivara,

Um farol que vai iluminar longe

Muitas vezes pensamos que não tem nada mais para melhorar no entorno da Represa Capivara, mas isso é um engano. Quando menos esperamos surge algo para nos fazer admirar e acreditar que, de fato, tem muita coisa para acontecer por aqui.

Vejam só que agora surge um novo e belíssimo empreendimento que vai se chamar FAROL DO PARANAPANEMA, nome muito sugestivo, inclusive, pois sua configuração topográfica permitirá uma vista belíssima e ampla aos proprietários.

Terá 243 lotes ao todo com metragens variando de 450 metros quadrados a 1.280 metros quadrados com preços muito convidativos.

As obras estão a todo vapor e ainda em dezembro começam as vendas antecipadas com grande expectativa de muitas imobiliárias e corretores parceiros que foram cadastrados. Tudo isso está a cargo da J. Storer Empreendimentos.

A proposta deste empreendimento é atrair todo tipo de interessados pelas águas da Represa Capivara. Desde as famílias que adoram pescar, os esportistas náuticos, os apreciadores e contempladores da natureza e á claro os churrasqueiros de final-de-semana.

Distante alguns quilômetros de Alvorada do Sul em direção a Porecatu, a entrada do Farol em acesso pela PR-090, onde há placas de indicação e são só 1.200 metros para chegar na belíssima portaria que será erguida.

O prazo para entrega total das obras será de seis meses e terá instalações de água, luz, espaço gourmet, churrasqueiras, campo futebol suíço, quadra areia, portaria 24 horas, todo cercado, trapiche grande e rampa para embarcações, poço artesiano, moledamento e empedrado, com brita, além de  brinquedoteca e academia  de ginástica ao ar livre.

Aproveite: Vendas com Carlos Bauer Negócios Imobiliários – fones (43) 9 9937-8584 e 3325-0004. Marque uma visita e seja um dos primeiros a escolher a melhor oportunidade de negócio neste final de ano.

Represa Capivara,

Subiu para 4,2 trilhões

Estão faltando 4 trilhões e 200 bilhões de litros de água na Represa Capivara. Nos últimos dias a seca dos últimos 90 dias finalmente está mostrando seus efeitos no longo prazo. O nível está 7 metros abaixo da cota máxima. Além da semeadura de soja e milho já em atraso na região da represa, a operadora da Usina Capivara solta milhões de metros cúbicos de água em direção à Represa de Itaipu, esta sim uma questão de segurança nacional. Itaipu não pode ficar sem água e por isso o grande reservatório da Capivara funciona como reserva de segurança para a maior usina do país que produz 90 milhões de megawatts por ano e responsável por 20% de toda a energia produzida pelo sistema nacional.

E o que temos nós, humildes pescadores e usuários dos encantos da nossa Represa Capivara, a ver com isso? Bem, entendendo que o controle do volume de águas é estratégico e dele depende a produção de energia, temos que suportar estes períodos de pouca chuva, coisa que ocorre com certa frequência, pedindo aos céus que chova logo e muito. Em 2014 tivemos alguma coisa parecida com este esvaziamento drástico. O nível chegou a 10 metros abaixo da cota, sendo que a cota mínima é de 13 metros. Esperamos que não seja necessário ver a represa praticamente vazia.

As previsões meteorológicas para estes dois meses e meio indicam que os volumes de chuva vão atrasar um pouco na região que interessa para a recuperação hídrica da Represa Capivara: no Sul do Paraná e de São Paulo, onde os rios Tibagi e Paranapanema captam enormes volumes de águas pluviais e no sul de Minas Gerais e Norte de São Paulo, por onde percorrem os rios Parnaíba, Grande e Tietê, afluentes do Rio Paraná cujas águas enchem a Represa de Itaipu. Com o volume estabilizado, Itaipu não precisa da água da Capivara e finalmente… então o volume aqui fica “na caixa”, como se fala na região.

As mudanças dos regimes de chuva estão provocando estas anomalias com mais frequências, pois antes era observado “um sobe e desce” de nível de água menor, oscilando entre 2 a 5 metros a cada época de seca. Em certos anos nem se notava alterações.

 

Carlos Bauer

Represa Capivara,

TRÊS TRILHÕES DE LITROS DE ÁGUA A MENOS…QUE TAL?

A seca prolongada dos últimos sessenta dias já fez um bom estrago na lagoa da Represa Capivara. Destinada a suprir as necessidades de Itaipu no Rio Paraná, toda a água possível é escoada para lá, pois a geração de energia daquela mega usina é questão de segurança nacional.

Com isso temos cinco metros a menos no nível da represa, este índice foi registrado, domingo agora, 24 de setembro. Mas ela, represa, continuou bonita, assim mesmo, com a água muito clara e as pessoas aproveitando o fim de semana ensolarado para pescar, nadar e passear com seus barcos e lanchas.

Locais como Ilha do Sol, Condomínio Águas de Maio e Paranatur ficaram lotados com famílias inteiras aproveitando tudo que podiam.

Porém não faltaram as conversas que sempre aparecem quando a represa tem seu nível alterado durante um bom tempo. Alguns diziam que o nível da água não iria mais subir e que a CTG Brasil, nova operadora da Capivara, não irá mais segurar as águas que chegam pelos rios Paranapanema, Tibagi e seus afluentes.

Mas como dizem os pescadores: “conversa mole”. Porque somente quem não sabe como funciona o sistema de águas destas usinas diria algo assim. Pois só o Rio Paranapanema tem cinco delas instaladas, garantindo a nossa energia elétrica de cada dia.

Agora começam as chuvas de verão e como sempre vão inundar tudo novamente. Os rios vão “bufar” e todos os reservatórios ficarão mais uns oito a dez meses bem cheios. Estas chuvas que estão chegando são as mesmas que garantem “mares” de soja e de milho que vemos em todo o entorno da Represa Capivara, na maior parte do ano.

Portanto, pescadores e amantes das águas fiquem tranquilos que tudo voltará ao normal. Logo a natureza cuidará de colocar tudo em ordem, como sempre. A escassez faz parte da vida, está em todas as coisas e isso acontece com a água que cai do céu também. Tenhamos paciência, pois esta quantidade que foi embora ao longo de meses pode voltar em apenas alguns bons dias de chuva.

Carlos Bauer

Represa Capivara

Pensando na importância que esse lago representa para esta região, resolvemos criar um Blog cujo objetivo será manter informados todos os interessados na Represa Capivara, desde as populações que habitam as margens da represa até os que a frequentam no fim de semana, para pesca, turismo ou simples contemplação.