Arquivos do Blog

Represa Capivara,

Quer fugir da folia? Vem passar o Carnaval na Represa

O Carnaval é uma tradição em todo o território brasileiro e tem quem passe o ano todo já pensando na folia. Mas se festa e agitação não é exatamente o que você está querendo para o seu Carnaval, optar por viajar com a família para um destino mais calmo e tranquilo pode ser uma ótima escolha. Se tudo o que você quer durante a primeira semana de março e fugir de toda a folia, a região de Primeiro de Maio e da Represa Capivara pode ser aquilo que você estava procurando. Quer saber mais? A gente te conta tudo.

Calma e tranquilidade:

A poucos quilômetros de Londrina, a região de Primeiro de Maio é o destino ideal para quem quer fugir do agito das grandes cidades. Repleta de verde e de natureza, o local que abriga a Represa Capivara está às margens do rio Paranapanema e é a opção perfeita para quem quer relaxar e descansar curtindo uma bela paisagem. Se você quer dias para se desligar completamente, essa com certeza será uma boa escolha.

Para toda a família:

A gente sabe que planejar uma viagem para toda a família nem sempre é uma tarefa fácil. Afinal, existem destinos que divertem demais os adultos, mas que acabam deixando as crianças entediadas. Do mesmo modo, existem lugares que são ótimos para crianças e adultos, mas que podem ser um pouco complicados para os avós. Na Represa Capivara essas questões não existem. O lugar é calmo, tranquilo e seguro e permite que pessoas de todas as idades se divirtam e aproveitem o feriado prolongado.

Pra fugir do calor:

O verão não está perdoando este ano e se você quer fugir um pouco do calor, tem coisa melhor do que ficar embaixo da sombra de uma árvore ou se refrescando na beira de um rio? Na região da Represa isso é possível. Se tudo o que você não quer durante o Carnaval é ficar em casa passando calor, a viagem para a região de Primeiro de Maio pode resolver os seus problemas. Além disso, é possível alugar uma chácara que tenha piscina e passar o feriado todo se refrescando.

Pesca para todos os gostos:

Não tem como falar da Represa Capivara sem mencionar a pesca. O local é procurado por turistas de todo o Brasil justamente por sua variedade de espécies de peixe. Além disso, existem opções de pesca para todos os gostos. Para quem é mais aventureiro, a pesca embarcada é uma ótima opção. Mas além disso existem pesqueiros e pesque-pagues para quem quer fisgar peixes com toda a família e até mesmo com os pequenos.

Várias opções de lazer:

Mas não pense que ir para a Represa Capivara significa ficar sem ter o que fazer. Além da pesca, a região oferece várias opções de lazer como campings, locais para fazer aquele delicioso churrasco com a família, pôr do sol na ilha do sol, além de todas as facilidades dos condomínios de chácaras da região como quadras de futebol, piscinas, academia, entre outros.

Se você quer passar um Carnaval em paz, venha para a Represa! Visite o nosso site e saiba mais sobre o local e também sobre as nossas opções de empreendimentos. Quem sabe você não se apaixona pelo lugar e não decide ter uma casa ali para descansar sempre que quiser?

Represa Capivara,

4 cuidados para se tomar ao praticar a pesca embarcada:

Pescar é uma atividade para lá de prazerosa. Afinal, através da pesca é possível reunir amigos e família em torno de um objetivo comum e, além disso, conhecer lugares novos e inexplorados. Mas para que a diversão ocorra sem nenhum problema, alguns cuidados importantes devem ser tomados. Se você costuma praticar a pesca embarcada, nós reunimos aqui algumas dicas que vão te ajudar a ter dias agradáveis de pescaria, repletos de conforto e segurança.

1. Tenha licença para pilotar o barco ou opte por um piloto experiente:

Quem entra em um barco pode ter a falsa impressão de que qualquer pessoa é capaz de pilotá-lo. Mas a verdade é que não é bem assim que as coisas funcionam. Assim como é necessário ter habilitação para dirigir um carro ou uma moto, a mesma coisa vale para o barco. Para pilotar com segurança em rios ou mares é preciso fazer um curso que vai garantir a sua habilitação. Se você quer garantir que você e seus amigos ou família tenham uma pesca tranquila, o melhor a se fazer é dar o barco na mão de alguém realmente experiente e habilitado.

2. Segurança é essencial

Muita gente acha bobagem ter equipamentos de segurança em um barco, mas a verdade é que eles são extremamente necessários. Não deixe de levar com você a quantidade de coletes salva-vidas necessária para o número de tripulantes e jamais exceda a capacidade permitida de pessoas dentro de um barco. Prezar pela segurança na hora da pescaria é muito importante para que nenhum imprevisto mais grave aconteça. Se for carregar crianças com você no barco, exija que elas usem o colete salva vidas. Além disso, leve com você uma boia salva-vidas para o caso de alguém cair no mar ou no rio acidentalmente. Com elas, fica mais fácil fazer o resgate.

3. Combustível e revisão

Imagine que situação desagradável chegar no meio do caminho e perceber que seu barco não tinha combustível suficiente? Isso, além de ser chato, é também bastante perigoso. Por isso, antes de sair para a pescaria, certifique-se que o barco está com o nível de combustível adequado para completar a viagem com segurança. Além disso, antes de levar o barco para o rio ou para o mar, certifique-se de ter feito uma revisão adequada para saber o motor está funcionando da maneira correta e se os níveis de óleo estão adequados. Um barco não é muito diferente de um carro. Se você vai sair com ele, é necessário ter certeza de que está tudo em ótimas condições.

4. Respeite as especificações do seu barco:

Um barco que é adequado para um rio não deve ser utilizado em mar aberto e vice-versa. Se arriscar utilizando um barco próprio para rios e lagos no mar aberto, por exemplo, pode ser um risco enorme para você e para quem está pescando com você no barco. Por isso, respeite as especificações do barco que irá utilizar para evitar acidentes desnecessários.

Se você está procurando um ótimo destino para praticar a pesca embarcada com todo o conforto e segurança, não deixe de visitar a Represa Capivara. Localizada na região de Primeiro de Maio, o local é um oásis em meio a natureza e destino certo para quem gosta de pescaria. Além disso, a região está em franco crescimento e conta com vários empreendimentos como casas e chácaras para quem quer investir. Quer saber mais? Entre em contato conosco.

Represa Capivara,

Kit de primeiros socorros para pesca: você sabe montar o seu?

Pescar é uma atividade muito prazerosa, mas pode envolver alguns riscos. Acidentes podem acontecer como ferimentos com o anzol, queimaduras solares depois de muito tempo de exposição ao sol, quedas acidentais ou até uma pequena dor de cabeça ou uma picada de inseto, entre outras questões que podem acabar estragando a sua diversão. Para que esses pequenos imprevistos não se tornem grandes problemas, o ideal é montar um kit de primeiros socorros antes de sair para a pescaria. E para que você saiba exatamente o que levar da próxima vez que sair para pescar, reunimos aqui algumas dicas que vão te ajudar a montar o kit de primeiros socorros ideal:

Leve remédios básicos:

Para uma pescaria curta, um kit básico de remédios pode não ser extremamente necessário, mas caso você vá se ausentar por muitas horas, principalmente embarcado ou nas proximidades de regiões de mata, é bastante importante levar alguns medicamentos que podem ser essenciais para evitar maiores problemas. Analgésicos como dipirona ou paracetamol podem ser necessários, assim como antialérgicos para o caso de uma picada de inseto inesperada. Pomadas antialérgicas também podem ser uma boa opção, assim como antisséptico para o caso de algum corte inesperado.

Se você vai viajar para um outro local para pescar e irá passar alguns dias no destino, uma farmacinha com seus remédios de uso contínuo e outros para eventualidades como antigripais, antitérmicos, analgésicos e antiácidos também é interessante. Vale lembrar que, na maioria dos locais para pesca, não existe tanta infraestrutura e nem farmácias. Então, se prevenir com tudo aquilo que você possa vir a precisar é uma boa pedida.

Curativos:

Além dos remédios é importante não se esquecer de tudo que é necessário para um curativo. Afinal, machucados e cortes podem acontecer inclusive durante a pescaria. Por isso não se esqueça de levar algodão, antisséptico, gases, band-aids, esparadrapos e tudo o mais que você precisar caso se corte ou se machuque. Uma boa tesourinha para ajudar na hora de fazer o curativo pode ser interessante.

Protetor solar e pomadas:

É bom lembrar-se que durante a pesca, você estará exposto ao sol forte. Por isso, leve protetor solar tanto na mala quanto no kit que vai levar para a pesca ou para o barco. Afinal, o protetor deve ser reaplicado a cada quatro horas para proteger do sol da maneira adequada. Além disso, leve com você também cremes pós-sol para o caso de queimaduras, além de pomadas analgésicas para o caso de torções ou luxações. Sprays a base de cânfora também podem ser bons aliados para evitar dores e desconfortos. É importante também lembrar do repelente, já que as regiões a beira de rios e lagos costumam ter muitos mosquitos.

Prevenir-se é sempre a melhor arma para evitar qualquer complicação. E se você está procurando um local para pescar com toda a segurança, não deixe de conhecer a Represa Capivara. Localizada na região de Primeiro de Maio e as margens do Rio paranapanema, a Represa é um dos destinos prediletos de quem ama pescaria. Além disso, a região conta com vários empreendimentos para você que, além de se divertir, deseja também investir. Entre em contato conosco e saiba mais.

Represa Capivara,

4 vantagens de se pescar no outono

O outono chegou há pouco mais de um mês e já dá para sentir as temperaturas um pouco mais amenas e o clima mais seco. E quem gosta de pescar sabe que é muito importante prestar atenção nas condições climáticas, já que elas influenciam muito na pescaria. Alguns pescadores, inclusive, acham que o outono é um dos melhores períodos do ano para a pesca. Pensando nisso, reunimos aqui algumas vantagens de pescar no outono que com certeza vão fazer com que você se anime a se aventurar na pescaria durante essa época do ano:

1. Algumas espécies de peixes ficam mais ativas:

Outono é época de clima mais seco e temperaturas mais baixas. Isso faz com que a temperatura das águas abaixe bastante se comparada ao verão e é justamente essa queda da temperatura na água que favorece a pesca de algumas espécies de peixe. Porque o calor diminui a capacidade dos peixes de carregar oxigênio ao contrário do período, na qual as águas esfriam. O que possibilita encontros mais frequentes com espécies que costumam ficar mais ao fundo dos mares ou rios.

O outono é uma ótima época para pescar badejos, ciobas e anchovas, por exemplo.

2. A época é boa para peixes grandes:

Para quem pesca em rios, e sonha em pegar aqueles peixes maiores, o outono pode ser a época ideal. Pois algumas espécies, principalmente os peixes de grande porte, tem que se preparar para a chegada do inverno “estocando” comida. Por isso, esse tipo de peixe acaba aparecendo mais para se alimentar e se torna mais fácil pescá-los.

3. É bom para quem pesca no mar:

Quem gosta de pescar em mar aberto geralmente prefere a chegada do outono porque as espécies que vivem em água salgada se tornam mais ativas quando as águas estão mais frias, que é o caso do outono e do inverno. Sendo assim, o outono acaba sendo uma ótima época para você que pensa em pescar no mar mas ainda não teve coragem de se arriscar, por exemplo.

4. As temperaturas são mais amenas:

É verdade que durante o outono amanhece um pouco mais tarde e escurece um pouco mais cedo, e isso acaba diminuindo o tempo de pescaria de quem não curte as pescas noturnas. Porém, por outro lado, as temperaturas amenas acabam deixando o dia de pescaria mais confortável. Ficar embarcado ou em um pesqueiro quando está fazendo muito calor, além de ser desgastante traz alguns riscos ao pescador como queimaduras solares e desidratação. Durante o outono, fica mais fácil passar mais tempo tentando pescar aquele peixe tão sonhado sem trazer nenhum problema para a saúde.

Se você quer aproveitar a nova estação para pescar, um bom local de destino é a Represa Capivara. Localizada na região de Primeiro de Maio, há pouco mais de 60km de Londrina, o local é procurado por muitos pescadores em todas as épocas do ano. É possível pescar embarcado, em pesqueiros e pesque-pagues. Além disso, se você quiser um lugar para pescar durante o ano todo, investir em um dos empreendimentos da região pode ser uma boa pedida. Entre em contato conosco e conheça nossas opções de negócio.

Represa Capivara,

5 razões para pescar em Primeiro de Maio

Quem gosta de pescar está sempre procurando lugares novos para explorar ao lado dos amigos ou da família para passar momentos agradáveis à margem do rio. E se pescaria é um dos seus passatempos preferidos, Primeiro de Maio e a região da Represa Capivara, às margens do rio Paranapanema pode ser o seu destino ideal. Localizada a pouco mais de 60km da cidade de Londrina, o local é um dos destinos preferidos por quem gosta de pescar e voltar para casa cheio de belas histórias de pescaria para contar. Reunimos aqui algumas razões que vão te ajudar a se convencer que a Represa Capivara deve ser um dos seus próximos destinos de pescaria:

1. É pertinho de Londrina:

Se você mora no norte do Paraná, gosta de pescar, mas ainda não foi conhecer a Represa Capivara, com certeza você está perdendo tempo. A represa está localizada a pouco mais de 60 km da cidade de Londrina e pode ser uma ótima opção para um fim de semana de pescaria ao lado dos amigos e da família, além de um destino super recomendado para passar feriados prolongados e até mesmo férias, já que oferece opções de lazer interessantes para todas as faixas de idade. Mesmo que você não more no Paraná, Londrina é uma cidade de fácil acesso e, a partir de lá, alugar um carro para chegar até Primeiro de Maio é muito fácil.

2. Possui várias opções de pesca:

Quem aprecia pesca, geralmente gosta de testar várias modalidades de pescaria. Na Represa Capivara, isso é possível. Quem vai até lá procurando dias de pesca farta pode aproveitar os pesque e pague da região, pode visitar um dos pesqueiros, pode testar a pesca embarcada e assim se divertir pescando das mais diferentes maneiras.

3. A variedade de peixes é grande:

Para um bom pescador, tão bom quanto ter um dia farto de pescaria, é conseguir pescar diferentes tipos de peixe. Na Represa Capivara, isso é possível. Várias espécies de peixe podem ser encontradas na região como é o caso de tilápias, corvinas, tucunarés, entre outros. Quem visita o local tem a possibilidade de pescar diferentes variedades de peixe e pode voltar para casa com muita história para contar.

4. O local é lindo:

Pescar é uma atividade maravilhosa, mas aproveitar o local onde se está pescando também é uma vantagem e tanto. A região da Represa Capivara é um recanto em meio a natureza e além de ser ótimo para quem quer pescar, ainda é um belo local para relaxar observando belas paisagens e um pôr do sol de tirar o fôlego.

5. É uma opção para toda família:

Muita gente gosta de ir pescar, mas fica receoso em não poder levar a família junto para essas viagens. Na região da Represa Capivara, esse problema não existe. Mesmo que você viaje com esposa e crianças, as opções de lazer são fartas e é possível deixar a família descansando e passando momentos agradáveis enquanto você sai em busca dos melhores peixes da região. Além disso, a Represa Capivara conta com toda infraestrutura, pesqueiros e ótimos restaurantes.

Se você busca um lugar que consiga unir ótimos momentos para pescaria e ainda proporcione diversão para toda a família, a Primeiro de Maio e a Represa Capivara podem ser o seu destino ideal. Além disso, investir na região pode ser uma ótima opção para quem tem um dinheiro sobrando e quer ter um lugar para relaxar em fins de semana, feriados e férias. O local é ótimo como investimento para aluguel por temporada. Entre em contato conosco e conheça nossos empreendimentos na região.

Represa Capivara,

Dicas para pescar em dias de chuva

Imagine que você marcou um dia de pescaria com seus amigos, planejou uma viagem para um local que é conhecido por ser ótimo para pescar e, na hora que montou tudo para começar a pescar, começou a chover. Será que em situações como essas é necessário desmarcar o programa e deixar a pesca para outro dia? Ou é possível pescar mesmo em dias de chuva?

Reunimos aqui algumas dicas que podem te ajudar:

Preste atenção na intensidade da chuva:

A primeira atitude a se tomar em um dia de chuva é prestar atenção na intensidade dessa chuva. Se a chuva estiver moderada e sem raios, ou se for apenas uma garoa, não tem problema algum continuar a pescaria. Agora, o risco aumenta bastante se, por exemplo, começar uma tempestade principalmente se essa tempestade vier com raios. É que estando dentro de um rio, ou próximo da água, as chances de ser atingido por uma descarga elétrica aumentam consideravelmente e, por isso, nesses casos, é melhor deixar a pescaria para um outro dia.

Busque lugares seguros:

Se não estiver chovendo muito forte e você tiver optado por continuar a pescaria, a dica é procurar lugares seguros. Fuja de locais muito cheios de terra e que podem se tornar percursos difíceis ou que tenham risco de você ou seu veículo atolarem. Evite também ficar embaixo de árvores ou perto de qualquer coisa que possa vir a desabar com ventos com a chuva. Evite locais de difícil acesso de onde seja complicado sair caso a chuva comece a apertar.

Se proteja corretamente:

Durante um dia de chuva é importante se proteger. Use capas de chuva e opte por botas antiderrapantes para evitar qualquer tipo de acidente. Por mais que ainda seja possível pescar com chuvas moderadas, é sempre bom estar bem protegido.

Escolha as iscas certas:

Se você optar por usar iscas naturais durante a pescaria, dê preferência para as massas e as modele um pouco mais firmes do que o habitual, já que a umidade fará com que elas amoleçam. Minhocas e bichos da laranja são mais sensíveis à chuva e podem morrer facilmente se forem expostos à agua, por isso é melhor evitar esse tipo de isca.

Fique atento a posição da vara:

Em dias de chuva, posicione a vara o mais próximo possível da superfície da água para evitar a ação dos ventos sobre a posição do equipamento. Em dias chuvosos, optar por varas que utilizem chumbadas é a melhor escolha, já que elas te darão mais percepção e também manterão a linha mais esticada.

 Pescar em dias de chuva pode ter lá suas dificuldades, mas não é preciso desistir ou adiar a pescaria em casos de chuva fraca ou durante uma chuva de verão. E se você quer um destino ideal para praticar a pesca e ficar bem pertinho de corvinas, tilápias e tucunarés, não deixe de visitar a Represa Capivara. Localizada na região de Primeiro de Maio, e a poucos quilômetros de Londrina, o local é ideal para quem quer pescar ou descansar pertinho da família. Venha nos visitar e conheça nossos empreendimentos!

Represa Capivara,

4 dicas para quem quer começar a pescar

Pescaria é o passatempo preferido de muitas pessoas. Há quem ame aproveitar os feriados prolongados e os fins de semana para se juntar com os amigos, ou até mesmo ir sozinho a uma região boa para pesca e conseguir os melhores peixes. Mas apesar desse ser um hobby bastante popular, ainda tem quem queira se arriscar na pescaria mas não sabe muito bem por onde começar. Se você quer se arriscar na arte da pesca, reunimos aqui algumas dicas que podem te ajudar a dar os primeiros passos:

1. Tenha o material básico:

Não tem como começar a pescar sem ter os materiais básicos, não é mesmo? Para um kit de iniciante o ideal é começar com uma boa vara, adequada para a sua altura e porte físico; um suporte para ela, para que você não se canse segurando a vara por todo o tempo que irá pescar; um molinete, de preferência um leve e fácil de manusear; um anzol indicado para o tipo de peixe da região que você irá pescar e um porta anzol; um chumbo, que é o que fixa a isca no anzol; giradores, presilhas, rotor e elestricot além de materiais mais básicos como tesouras, alicates para cortar o nylon, e um alicate de bico para tirar o anzol do peixe. Além disso, usar uma roupa adequada, chapéu e protetor solar é muito importante para se manter saudável durante a pescaria.

Ir a uma loja especializada em pesca e contar com um vendedor que entenda do assunto pode te ajudar bastante a achar os materiais ideais para o local onde você irá realizar sua pesca.

2. Começar por um pesque e pague é uma ótima opção:

Se você vai se aventurar pela primeira vez na pescaria, um pesque e pague é uma opção muito interessante. Isso porque lá você terá o suporte necessário e conseguirá ir treinando e entendendo melhor sobre a pescaria antes de se aventurar em uma pesca embarcada em um rio, por exemplo, onde vários imprevistos podem acontecer. Pesque e pagues são locais equipados com toda a infraestrutura que um pescador de primeira viagem precisa para ir pegando a prática da pescaria.

3. Pesquise muito:

Se seu objetivo é, de fato, começar a pescar com frequência a pesquisa é muito importante. Leia sobre pesca esportiva em sites especializados, converse com outros pescadores, visite fóruns sobre o assunto, leia revistas sobre pesca e faça tudo o que estiver ao seu alcance para se informar sobre a pescaria. Lembre-se: informação nunca é demais.

4. Comece aos poucos:

Depois que você já estiver com um pouco de experiência, começar a se aventurar a pescar em locais diferentes pode ser uma boa ideia. Mas vá aos poucos: procure viajar acompanhado de alguém que já tenha alguma experiência com a pescaria, prefira locais seguros e não se aventure a fazer coisas muito difíceis logo no começo. Pesca exige experiência e se aventurar em um barco no meio do Pantanal logo no começo da sua empreitada na pesca talvez não seja a melhor opção.

Se você quer um local tranquilo e seguro para pescar com amigos e a família, não deixe de visitar a região da Represa Capivara. A beira do rio Paranapanema, o local oferece uma grande variedade de peixes e pesqueiros para quem deseja passar um tempo agradável praticando a pescaria.

Represa Capivara,

Erros que você deve evitar cometer na pescaria

Bom programa para fins de semana e feriados, pescar é um hobby bastante apreciado entre vários brasileiros. Tem quem ame se reunir com os amigos ou com a família e relaxar pegando bons peixes à beira de um rio. Mas, mesmo quem já é experiente na arte da pescaria sabe que tem dias que a sorte simplesmente não vem. Quem nunca passou um dia inteiro a espera de pescar aquele peixe e acabou indo embora de mãos abanando?

Para que isso não aconteça mais e para que seus dias de pesca sejam não só agradáveis, mas repletos de bons peixes e boas histórias pra contar, reunimos aqui alguns erros que você deve evitar cometer para ter uma pescaria de sucesso:

Não se informar bem sobre o lugar da pesca:

O primeiro passo para ter uma pescaria de sucesso é se informar bem sobre o lugar onde você vai pescar. Um grande erro para um pescador é viajar para um lugar novo mas se esquecer de pesquisar bem sobre o local da pesca. Quais horários são os melhores para pescar? Quais tipos de pesca são melhores na região? Se a pesca for embarcada, há o risco de ficar encalhado em alguma parte do rio? Reunir todas essas informações é uma ajuda e tanto para ter um bom dia de pescaria e evitar imprevistos. Não se informar bem sobre o local da pesca pode causar uma série de problemas.

Não pesquisar sobre as melhores datas para pescar no local:

Imagine que você pesquisou todas as informações sobre o local que escolheu pra pescar, decidiu qual é o melhor tipo de pesca para se utilizar por ali, pediu informações para quem já pescou por lá e está com tudo pronto, mas, quando chega no local escolhido, percebe que não se informou bem sobre as melhores datas para pescar na região e acabou ficando sem peixes. Tão importante quanto pesquisar bem sobre o local da pesca é pesquisar qual é a melhor época do ano para conseguir peixes por lá.

Não sair bem descansado:

Pescaria é um esporte que exige concentração. De nada adianta ter todas as informações necessárias se no dia da pesca você estiver cansado e disperso. No dia anterior à pescaria descanse bem, se alimente o suficiente e esteja preparado para aí sim conseguir pescar os melhores peixes.

Não levar todo o equipamento necessário:

Você se informou sobre o local da pesca, sabe tudo sobre os hábitos dos peixes que costumam ficar por ali, está viajando na época correta para a pescaria, mas, na hora que chega no local, percebe que não levou todo o equipamento necessário. Sem equipamento não tem como ter um bom dia de pesca. Por isso, antes de sair para viajar, faça uma checklist e tenha certeza de estar levando todo o tipo de equipamento necessário tanto para ter uma pescaria de sucesso, quanto para garantir a sua segurança.

E se você quer um local para passar dias agradáveis de pesca ao lado da família ou de amigos, não deixe de visitar a Represa Capivara. Pertinho da região de Londrina, o local é um refúgio entre a natureza para quem deseja passar momentos agradáveis de descanso e lazer e ainda ter muita história de pescador pra contar.

Represa Capivara,

Como escolher o melhor local para a sua pesca

Quem já visitou a região de Primeiro de Maio, principalmente nos arredores da Represa Capivara, sabe que a região é famosa entre quem curte uma boa pescaria. Mas se você ainda não é super experiente no mundo da pesca, mas está com vontade de se aventurar durante um fim de semana ou um feriado prolongado e conhecer a beleza da represa, nós reunimos aqui algumas dicas que podem te ajudar a escolher o melhor local para a sua pesca ser um sucesso dentro do paraíso que é essa cidade.

Procure por aves aquáticas:

Antes de montar seu acampamento de pescaria para o dia, preste atenção se o local escolhido conta com a presença de aves aquáticas. Essas aves são aquelas que se alimentam de peixes pequenos, o que significa que, se existir alguma delas sobrevoando a região é quase certeza que próximo dali existem tanto peixes pequenos pelos quais elas procuram, quanto os maiores.

Busque remansos:

Nos rios, os peixes costumam se concentrar em locais de maior profundidade, os chamados remansos. E não é muito difícil perceber onde estão esses locais, é só procurar pela presença de plantas aquáticas, que geralmente ficam boiando por aquele local. Um bom modo de descobrir qual é o local onde a profundidade é maior, é usar uma vara de bambu e ir testando até encontar a parte mais profunda do rio. Por ali, é quase certa a presença de vários tipos de peixes.

Fique atento às pedras:

Organismos vivos, como plantas, costumam se acumular em algumas pedras. E é justamente nessas pedras que alguns tipos de peixes vão procurar alimento. Preste atenção se o local conta com esse tipo de pedra e, se notar a presença delas, é muito provável que aquela seja uma região rica em peixes.

Margens com capim são um bom sinal:

Essa dica vale bastante para quem pretende pescar em rios e represas. Fique atento às margens que tem plantas como o capim, por exemplo. É que alguns peixes costumam se alimentar desse vegetal e, além disso, essas regiões acabam juntando vários insetos, que também servem de alimento para os peixes. Ou seja, em uma margem com esse tipo de vegetação, é quase garantido que a pesca será farta.

Procure por árvores frutíferas:

Árvores que dão frutos também são um bom sinal. Quando os frutos caem na água eles costumam atrair alguns tipos de peixe como é o caso da tilápia, do pacu, e etc. Perto dessas árvores é indicado usar iscas que também contenham frutas.

Busque informações:

Além de todas essas dicas, é sempre bom buscar informações de quem conhece. Pergunte às pessoas da região quais os locais onde existe maior presença de peixes, fale com outros pescadores que estejam por ali, troque experiências e aproveite para fazer amizades. Contar com a experiência de quem já conhece o local onde você está pode ajudar bastante a não ter um dia frustrante de pescaria.

Se você quer um local que alie pesca farta com beleza e descanso, não deixe de visitar a Represa Capivara.

 

Represa Capivara,

Subiu para 4,2 trilhões

Estão faltando 4 trilhões e 200 bilhões de litros de água na Represa Capivara. Nos últimos dias a seca dos últimos 90 dias finalmente está mostrando seus efeitos no longo prazo. O nível está 7 metros abaixo da cota máxima. Além da semeadura de soja e milho já em atraso na região da represa, a operadora da Usina Capivara solta milhões de metros cúbicos de água em direção à Represa de Itaipu, esta sim uma questão de segurança nacional. Itaipu não pode ficar sem água e por isso o grande reservatório da Capivara funciona como reserva de segurança para a maior usina do país que produz 90 milhões de megawatts por ano e responsável por 20% de toda a energia produzida pelo sistema nacional.

E o que temos nós, humildes pescadores e usuários dos encantos da nossa Represa Capivara, a ver com isso? Bem, entendendo que o controle do volume de águas é estratégico e dele depende a produção de energia, temos que suportar estes períodos de pouca chuva, coisa que ocorre com certa frequência, pedindo aos céus que chova logo e muito. Em 2014 tivemos alguma coisa parecida com este esvaziamento drástico. O nível chegou a 10 metros abaixo da cota, sendo que a cota mínima é de 13 metros. Esperamos que não seja necessário ver a represa praticamente vazia.

As previsões meteorológicas para estes dois meses e meio indicam que os volumes de chuva vão atrasar um pouco na região que interessa para a recuperação hídrica da Represa Capivara: no Sul do Paraná e de São Paulo, onde os rios Tibagi e Paranapanema captam enormes volumes de águas pluviais e no sul de Minas Gerais e Norte de São Paulo, por onde percorrem os rios Parnaíba, Grande e Tietê, afluentes do Rio Paraná cujas águas enchem a Represa de Itaipu. Com o volume estabilizado, Itaipu não precisa da água da Capivara e finalmente… então o volume aqui fica “na caixa”, como se fala na região.

As mudanças dos regimes de chuva estão provocando estas anomalias com mais frequências, pois antes era observado “um sobe e desce” de nível de água menor, oscilando entre 2 a 5 metros a cada época de seca. Em certos anos nem se notava alterações.

 

Carlos Bauer

Represa Capivara

Pensando na importância que esse lago representa para esta região, resolvemos criar um Blog cujo objetivo será manter informados todos os interessados na Represa Capivara, desde as populações que habitam as margens da represa até os que a frequentam no fim de semana, para pesca, turismo ou simples contemplação.